MELHORE A PRODUTIVIDADE NO TRABALHO, DEPENDE DE VOCÊ!

Será que ainda existem profissionais que não entendem a importância de conseguirem ser mais produtivos no trabalho? Será que ainda existem gestores que trabalham sem pensar no aumento de produtividade da equipe?

Difícil imaginar uma resposta positiva para as perguntas acima, mas para início de conversa é preciso entender que “ser mais produtivo”, não significa necessariamente “trabalhar mais tempo”, ou, simplesmente “trabalhar somente com mais velocidade na execução de tarefas”. Na verdade, mais tempo de trabalho ou mais velocidade de execução, provavelmente, apenas teriam a capacidade de gerar pessoas mais desgastadas e mais tarefas malfeitas.

Para pensar em produtividade é interessante entender o conceito de produzir o máximo possível, com o mínimo possível de recursos, ou seja, em outras palavras, gerar o máximo resultado possível, com o mínimo de esforço necessário, tanto para você, quanto para sua empresa.

Sobre ser improdutivo (sim, você leu certo!), vai aí um segredo…

Quer “diminuir” a produtividade da equipe? Então anota aí o segredo: estabeleça metas inalcançáveis ou metas que não tenham qualquer tipo de fundamentação! Metas desafiadoras estimulam produtividade, metas impossíveis jogam a produtividade no chão.

Se você quer uma equipe “improdutiva”, então é fácil, basta definir as metas sem nenhuma antecedência e não ter nenhum cuidado para que sejam claras e possíveis. Ah e para ser bem improdutivo mesmo, evite as reuniões entre colaboradores e gestores para falar dos objetivos e das métricas no cumprimento do que foi estabelecido. 

Agora vamos ao que realmente interessa, vamos falar sobre produtividade

A produtividade, via de regra, tem a ver com a relação, com o equilíbrio entre quantidade e qualidade, no que diz respeito às tarefas executadas em um determinado período de tempo, considerando também os recursos necessários ao longo do processo.

Assim não seria errado dizer que o termo se refere a uma performance interligada à eficiência na entrega de resultados, o que também irá requerer uma gestão do tempo eficiente.

A ideia de produtividade estará, então, atrelada ao menor gasto possível de tempo na execução de tarefas, desde que essas mesmas tarefas sejam realizadas sem perda de qualidade (o que será consequência de planejamento adequado e uma boa definição de prioridade. Lembrando que a palavra prioridade não aceita plural).

Aumentando a produtividade

O profissional inteligente trabalha sempre objetivando o aumento de produtividade e a eliminação de fatores que possam causar a perda da mesma.

Se você quer ser mais produtivo, comece pedindo feedbacks para entender seus pontos positivos de destaque e possíveis pontos de melhoria. Se você quer ter colaboradores mais produtivos, o primeiro passo é fornecer feedbacks regularmente aos mesmos, apontando pontos positivos de conduta e comportamento, além é óbvio, de pontos de melhoria que merecem atenção e trabalho. Isso gera uma relação de confiança entre líderes e liderados.

Outro ponto interessante é que colaboradores que trabalham em empresas com plano de carreira, tendem a ser mais produtivos, afinal, sabem de forma prévia e estruturada, quais são suas possibilidades tangíveis de crescimento e, portanto, se dedicam a conquistar colocações melhores.

Importante destacar também que empresas com uma cultura organizacional forte, bem definida e organizada, costumam ter equipes mais alinhadas e engajadas, o que resulta em mais produtividade.

Até mesmo a infraestrutura da empresa pode influenciar no quão produtivos os funcionários podem ser, o que significa que ambiente, ventilação, luminosidade e temperatura ambiente adequadas, assim como cadeiras confortáveis e locais adequados para as refeições podem estimular a entrega de mais produtividade.

Uma dica prática bem simples, mas que funciona muito bem, é a criação de listas de tarefas para organizar a rotina de trabalho e a agenda. Seguir um checklist ajuda a manter o foco e a dar prioridade ao que realmente precisa de ação imediata. E lembre-se: rotina é toda ação importante e que, obrigatoriamente, se repete ao longo do tempo (exemplo: reunião semanal de equipe), já agenda é toda ação importante e que será executada, sem a obrigatoriedade de repetição (exemplo: reunião com cliente X).

Para fechar, acho interessante citar alguns indicadores que devem ser acompanhados para ajudar a mensurar a produtividade da equipe, dentre os quais eu destaco a qualidade, a competitividade, a lucratividade e o turnover.

Precisa de ajuda específica para aumentar sua produtividade e de sua equipe? Entre em contato comigo para saber mais sobre consultorias, palestras, treinamentos e mentoria para auxiliar empresários, gestores e equipes a conquistarem objetivos estratégicos e alta performance. 

Comentários

comentários

Post A Comment