RETORNO AO ESCRITÓRIO PÓS-PANDEMIA

Com o avanço da imunização da população brasileira, muitas empresas estão planejando a saída de seus funcionários do home office e o retorno ao trabalho presencial. A questão é que muitas coisas no mundo pós-pandemia não serão como antes. E o “novo normal” certamente resultará em algumas mudanças no ambiente corporativo.

Empresários, gestores e líderes têm uma série de preocupações com a iminência desse retorno aos escritórios. Assim como colaboradores também têm seus receios, claro. Por isso é importante abordarmos algumas medidas que podem ajudar nessa transição que para muitos já tem data para acontecer.

Dicas práticas para um retorno mais seguro

A maioria das empresas precisará se adaptar para receber seus colaboradores de volta. É fundamental se atentar às orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do MPT (Ministério Público do Trabalho) para oferecer um ambiente saudável e seguro nessa fase.

É necessário considerar a questão do distanciamento entre os trabalhadores nas dependências da empresa, o que em muitos casos vai exigir a redução da quantidade de profissionais presentes no escritório ou a readequação de layout.

Sendo assim, uma opção é que o retorno às atividades presenciais seja gradual, primeiramente apenas com aqueles funcionários que sejam realmente necessários para o funcionamento do negócio, como os das áreas operacionais.

Outra alternativa é considerar a ideia de um revezamento entre as equipes, de modo que todos os colaboradores tenham a oportunidade de atuar no modelo híbrido, ou seja, alguns dias da semana presencialmente e nos outros de maneira remota.

Os gestores precisam analisar o retorno dos profissionais que façam parte dos grupos de risco, o que inclui pessoas acima de 60 anos e os que são portadores de doenças crônicas.

Vale ainda pensar na possibilidade de flexibilidade nos horários de expediente, de maneira a evitar as aglomerações nos momentos de pico durante o trajeto, especialmente para aqueles que fazem uso do transporte público.

Recomendações da OMS

Diversas medidas protetivas que foram implementadas ao longo desse tempo de pandemia devem acabar se tornando parte da rotina das empresas, mesmo com a aplicação das vacinas.

Dentre elas, a continuidade no uso de máscara dentro de ambientes fechados e a medição da temperatura corporal diariamente na entrada das empresas. Também é importante manter a higienização com álcool das mãos e do ambiente individual de trabalho com desinfetante.

Os escritórios que não possuem espaço suficiente para que os colaboradores mantenham certa distância, podem instalar painéis de separação em suas dependências.

Outra recomendação é que cada funcionário leve de casa, objetos como copos e talheres. Por fim, é interessante fixar sinalizações com instruções quanto às limitações no fluxo de pessoas em escadas e elevadores, à forma correta de lavar as mãos e à higienização de equipamentos que sejam utilizados por diferentes colaboradores, como eletrodomésticos e máquinas.

Além de todos esses cuidados, é essencial que os gestores estejam atentos ao estado emocional dos colaboradores e estejam abertos ao diálogo para compreender as dificuldades e necessidades da equipe.

O retorno aos escritórios pós-pandemia é mais um dos desafios dos nossos tempos. Se em sua empresa surgir a necessidade de palestras e treinamentos para essa nova fase, entre em contato comigo. O Mago pode ajudar para que seu negócio alcance bons resultados!

Comentários

comentários

Post A Comment