VAMOS FAZER CERTO EM VENDAS? SAIBA COMO!

Eleanor Roosevelt, ex-primeira-dama dos Estados Unidos, disse uma frase interessante: “Aprenda com os erros dos outros. Você não consegue viver tempo suficiente para cometer todos por si mesmo”.

A frase é legal, mas pense: você realmente consegue aprender o que precisa com erros de terceiros? Seja honesto. Quantos erros dos outros você já viu e, mesmo assim, no final das contas, você errou de um jeito muito parecido? Por que isso acontece? Porque é impossível viver por meio da experiência do outro. Você tem sede de vivenciar suas próprias experiências, só não pode se esquecer de fazer o possível para acertar mais do que errar, concorda?

Ao longo da minha trajetória, participei, elaborei, enfim, vivenciei ótimas estratégias, mas confesso também que passei por estratégias que não foram felizes, que não deram resultado e que eu não utilizaria novamente.

Por isso é que diante da minha vivência, posso dizer que um dos meus papéis mais importantes como Consultor e Mentor, atualmente, é o de apoiar profissionais e empresas a aprenderem com seus próprios erros, a vivenciarem suas próprias experiências de forma intensa, sempre na busca de aprimorarem seus próprios resultados.

Observe o outro, mas viva sua história. Observe o erro do outro, mas fique atento à sua própria caminhada. Observe o sucesso do outro, mas trabalhe para construir o seu próprio sucesso.

Bom, eu acho que posso apontar alguns caminhos para que você procure fazer o certo. Vem comigo!

Preparo Prévio

Parece óbvio, certo? Mas se é tão óbvio porque você não faz? Porque empresas e profissionais ainda acreditam que é possível ter sucesso sem preparo prévio, sem um cuidadoso planejamento anterior? A falta de preparo e de planejamento, culmina na falta de estratégia adequada ou na elaboração de estratégias falhas, que como consequência, impedirá você ou sua empresa de alcançar resultados superiores.

Lembre-se que vender é um processo complexo, que se bem executado gera retroalimentação contínua de negócios. Por isso, preparar esse processo previamente, faz com que seja bem construído e garanta que nenhuma fase seja negligenciada.

Importante dizer também que, mais do que preparar e planejar o processo, é preciso executar as ações planejadas e perseguir as metas determinadas. Por isso eu digo que é preciso aprender a transformar pensamentos e ações em resultados.

Autoliderança, Autogestão e Gestão de Equipe

Você faz uma boa autogestão, ou seja, você é um bom gestor de si mesmo? Você é um bom líder para si mesmo? Se as respostas são negativas, então faça um favor ao mercado: não assuma o papel de gestor de uma equipe!

As tarefas de gestão de um time de vendas vão muito além de motivar pessoas, ensinar processos, tomar decisões e se relacionar bem com os vendedores. Em primeiro lugar, nem todo líder é gestor, mas todo gestor deve ser um líder.

O gestor que é um líder de verdade, lidera pelo exemplo, pela convivência humanizada e pelo respeito ao próximo. O bom gestor sabe ouvir, sabe engajar as pessoas em propósitos verdadeiros e sabe extrair o verdadeiro potencial de cada membro da equipe.

Quer errar como gestor de uma equipe de vendas? Então é só…

  • Sobrecarregar colaboradores com tarefas nas quais não são produtivos
  • Deixar que a equipe trabalhe sem metas, sem foco e sem direcionamento
  • Impor metas irreais, sem prazo bem definido e impossíveis de serem atingidas

Treinamento contínuo e repetição até atingir a excelência

Sem dúvida, uma das áreas em que grande parte das empresas falham feio.

Esqueça a ideia de que um profissional com experiência em vendas já sabe exatamente o que fazer. Aliás, os mais experientes são os que mais cometem erros por excesso de confiança ou por falta de atualização. O vendedor que é um “ofertador puro sangue” está morrendo. Aquele vendedor que ganhava o cliente no “gogó” está cada vez mais fora de moda. O verdadeiro profissional de vendas, atualmente, é o “Helper”, ou seja, o apoiador do processo de compra cliente. Muito mais do que vender é preciso apoiar o processo de compra!

Trata-se de uma mudança de rota, de implantação de uma nova cultura, por isso é preciso treinar o time de vendas para assumir novas posturas, novas condutas e novos comportamentos, para que esteja apto e disponível para dar todo o apoio que os clientes precisam.

E treinamento exige repetição, pois é a repetição incansável que alimenta hábitos positivos, até que a excelência seja alcançada. Nesse cenário, o helper é fruto de treinamentos contínuos e repetitivos, de forma que possa absorver e entender a ideia de que ele trabalha para encantar o cliente, ou seja, para construir uma relação duradoura e de transparência no apoio do processo de compra do cliente. Para o helper cada cliente é verdadeiramente único e especial.

E aí? Entendeu que a gestão de vendas vai muito além da motivação e de colocar preços nos produtos ou serviços e dar a uma equipe a tarefa de conseguir clientes? Espero que sim. Espero que perceba que sua empresa precisa aprender a fazer certo em vendas. Busque a transformação! Eu sou o Mago e transformar líderes, equipes e negócios é a minha missão. Fale comigo!

Comentários

comentários

Post A Comment