COMO APLICAR O BUZZ MARKETING

Você provavelmente já ouviu alguém dizendo que a melhor propaganda é aquela feita boca a boca, certo? Mas o que você acha? Será que o boca a boca ainda faz diferença na era digital?

Sem dúvida! A melhor propaganda acontece quando alguém experimenta um produto e comenta com pessoas conhecidas a respeito, recomendando que os outros também escolham determinada marca. Por isso, de fato, o boca a boca é uma das mais antigas e eficazes formas de marketing, sendo inclusive a principal, quando a internet e as redes sociais ainda não existiam. 

Quanto ao Buzz Marketing, pode-se dizer que é uma estratégia que vem sendo bastante utilizada e não se difere muito do bom e velho boca a boca. Contudo, trata-se de algo planejado e proposital, que serve para aumentar o engajamento de um lançamento, produto ou marca.

A seguir vou explicar um pouco melhor esse conceito e apontar como ele pode ser aplicado na estratégia de sua empresa.

O que é Buzz Marketing

De maneira resumida é o tipo de ação de marketing que gera barulho, um “burburinho”, ou seja, gente comentando sobre a campanha de um produto ou serviço, ou ainda sobre uma marca.

Em tempos de redes sociais, sabemos que a maioria das pessoas quer expor suas opiniões de forma ampla e aberta, e por isso o Buzz Marketing é uma estratégia que tem grande potencial.

Quando uma empresa consegue fazer com que várias pessoas falem ao mesmo tempo sobre seu negócio ou seu produto, o resultado é o alcance de vários potenciais clientes que ainda não a conheciam. E na era digital, o mais interessante é que com tanta gente conectada, as pessoas já não falam dos produtos que experimentam somente com conhecidos, mas com toda uma comunidade que navega pelo universo online.

Como colocar em prática

A adoção desse tipo de estratégia passa pela a criação de uma mensagem de valor a ser transmitida, com conteúdo rico e realmente interessante, que incentivará o público no engajamento e compartilhamento para o maior número de pessoas. A ideia é criar movimento, agitação mesmo, que faça com que muita gente comente sobre o assunto e gere uma divulgação em alta escala.

O objetivo é: mais do que ver uma marca ou saber de sua existência, as pessoas discutam sobre o que ela está dizendo, fazendo ou oferecendo. Isso pode ser feito, por exemplo, a partir de vídeos com temas provocativos e até polêmicos, que despertem as emoções do público e ativem gatilhos mentais positivos.

Sobre exemplos de Buzz marketing, vale citar a Apple e Steve Jobs. O CEO da Apple sempre criava um clima de mistério e expectativa acerca dos lançamentos de novos produtos, antecipando apenas algumas informações estrategicamente escolhidas sobre os mesmos. Assim, em suas apresentações, Jobs recebia um público eufórico para saber o que realmente estava por vir.

Atualmente, a Netflix também é um bom exemplo de marca que consegue promover campanhas provocativas para falar de suas produções e lançamentos, que geram grande burburinho no mundo virtual.

Hoje em dia, uma forma prática e eficiente de começar um Buzz Marketing é por meio de influenciadores, ou seja, pessoas que são populares na internet e que tem seguidores que confiam plenamente em suas indicações. Ter esses influencers experimentando e recomendando seu produto ou serviço pode ser uma ótima forma de gerar burburinho e logo ter um grande número de internautas falando sobre sua marca.

Gostou de saber o que é buzz marketing e como ele pode ser aplicado? Então me siga nas redes sociais — Instagram, Facebook, LinkedIn e YouTube — para não perder o conteúdo que compartilho e que pode ajudar no seu negócio.

Comentários

comentários

Post A Comment