VOCÊ SABE O QUE É LEARNING AGILITY?

No mundo acelerado que vivemos, novas empresas surgem o tempo todo, especialmente com o advento das startups. Por causa disso, novas vagas para cargos de liderança também se multiplicam, às vezes mais do que o número de pessoas aptas para assumirem a tarefa.

Esse é um dos motivos que apontam para a importância de os profissionais de recursos humanos e gestão de pessoas conhecerem o learning agility, já que sua aplicação pode auxiliar no momento de recrutar, selecionar e treinar profissionais para desempenharem funções que exigem aprendizado rápido e competências específicas.

O que é learning agility 

A tradução literal do termo é “agilidade de aprendizagem”, mas o conceito vai um pouco além, reunindo uma série de características importantes que tornam um profissional apto a aplicar o aprendizado e apresentar um bom desempenho em sua função.

Uma pessoa com learning agility geralmente é curiosa, adaptável, reflexiva, possui foco em resultados, capacidade analítica e bom relacionamento interpessoal, o que faz com que seja reconhecida como alguém com potencial e competência para promoções dentro da empresa que trabalha e com maiores chances de alcançar sucesso. 

Aplicação dentro das empresas

Dentro de uma organização, os principais critérios para avaliar o learning agility dos colaboradores são autoconsciência e agilidade mental, interpessoal, de mudança, de resultados e de aprendizado. 

Depois disso, o learning agility pode ser aplicado na gestão de pessoas em diferentes processos dentro da empresa, como nos processos de identificação de talentos ou de uma reestruturação corporativa, nas seleções de pessoas para atribuições globais ou em uma seleção executiva, gerencial ou de responsáveis por projetos de aquisições, fusões ou integração.

O learning agility também pode auxiliar no processo de gestão de performance, pois com base em uma avaliação de desempenho, é possível entender que desafios um profissional ainda precisa vencer quando o assunto são seus resultados e que características precisam melhorar em seu comportamento. Assim pode-se perceber que aspecto do aprendizado precisa ser trabalhado.

Por fim, um papel fundamental do learning agility está no planejamento de sucessão, possibilitando a identificação de candidatos em potencial para assumir cargos-chave. Esses profissionais podem ter então uma atenção especial, com um suporte de desenvolvimento e uma avaliação contínua do que precisa ser trabalhado para assumir tal posição.  

Desenvolvendo o learning agility

Se você é um profissional que tem ouvido falar sobre learning agility em sua empresa, mas acredita que não possui as características citadas aqui, saiba que você também pode trabalhar para desenvolvê-las.

O primeiro passo é não ter medo de inovar, o que significa que é fundamental sempre buscar novas formas de fazer o que faz. A tão falada saída da zona de conforto, rumo ao aprendizado de novas habilidades e atividades mais desafiadoras.

Também é necessário não ficar sempre na defensiva, se justificando, mas refletir sobre seus pontos fracos e fortes, inclusive buscando feedbacks e aprendendo com eles.

Outro passo essencial é relacionar-se, aprendendo e compartilhando com a equipe, praticando a empatia, buscando inspirar e motivar outros, mas também a humildade, reconhecendo que pode e deve melhorar.

Gostou de saber mais sobre learning agility? Para mentoria, palestras e treinamentos, entre em contato comigo. O Mago pode ajudar a transformar sua empresa e sua equipe!  

Comentários

comentários

Post A Comment