EXISTEM LIMITES PARA A TECNOLOGIA?

É difícil acompanhar a velocidade com que novas tecnologias surgem hoje em dia, não é mesmo? Quando acreditamos que as máquinas e computadores já atingiram o limite de sua evolução, somos surpreendidos com novidades impressionantes que nos mostram que, ao que parece, na verdade não existem limites.

Você já ouviu falar em computação quântica? Cientistas e empresários da área de tecnologia especulam que um computador quântico pode ser capaz de revelar segredos de governo, invadir qualquer tipo de conta bancária e até mesmo controlar usinas nucleares.

É ao mesmo tempo assustador e incrível, concorda? Quero falar um pouco mais sobre esse assunto.

O que é tecnologia quântica?

Recentemente, li uma entrevista com o Andersen Cheng, CEO da Post-Quantum, que se diz empenhado em impedir que os computadores quânticos consigam invadir aparelhos celular, laptops e carteiras de Bitcoins. Segundo ele, essas máquinas têm um poder imenso e são uma ameaça de colapso social e econômico total.

Por causa disso, a empresa britânica Post-Quantum se propôs a construir um algoritmo de criptografia que seja resistente à tecnologia quântica. Afinal, de acordo com o que tem sido falado sobre os computadores quânticos, que ainda são protótipos, eles possuem muito mais velocidade do que os supercomputadores existentes e são capazes de quebrar em pouquíssimo tempo toda a criptografia utilizada atualmente.

A proposta da tecnologia quântica é trocar o sistema binário utilizado atualmente pela computação clássica por outro tipo de sistema, baseado em pequenas moléculas, capaz de promover uma ampliação exponencial no modo de processar informação.

Enquanto a computação tradicional utiliza longas sequências de um e zero, os computadores quânticos pretendem utilizar qubits, ou bits quânticos, usando as propriedades de partículas subatômicas. Isso significa melhoria no processamento e transmissão de informações, abrindo inúmeras possibilidades para áreas importantes, como da ciência e da saúde.

Contudo, além dos diversos benefícios que essa tecnologia pode trazer, existem outros tantos riscos. Para o Bitcoin, por exemplo. Estima-se que um hacker utilizando um computador quântico é capaz de realizar a engenharia reversa de chaves públicas para descobrir chaves privadas.

O algoritmo de criptografia comum hoje, o sistema RSA, possui chaves privadas forjadas a partir da fatoração de dois números, o que mesmo os supercomputadores mais poderosos precisariam de milhares de anos para decifrar. Porém, ao que parece, os computadores quânticos não teriam o menor problema com isso.

Quando estará disponível?

Em 2019, nos EUA, o Google alcançou a chamada supremacia quântica com o computador quântico Sycamore, máquina capaz de realizar tarefas avançadas demais para computadores convencionais.

Esse ano a China afirmou que seu computador Jiuzhang consegue ser até 10 bilhões de vezes mais rápido do que o americano.

A IBM, que possui um dos maiores computadores quânticos do mundo, também informou recentemente que pretende ter uma máquina com mais de 1000 qubits em 2023. Ou seja, essa realidade já está mais perto do que imaginamos! Na minha opinião, é preciso encontrar o equilíbrio entre tecnologia e comportamento humano. Para saber mais o que penso sobre isso, leia outro artigo aqui do blog: Use a tecnologia, mas não fique escravo dela.

Comentários

comentários

Post A Comment